MONITORAMENTO DE FUNGOS ANEMÓFILOS EM AMBIENTES CLIMATIZADOS DO IFMA

Autores

  • José Hilton Gomes Rangel IFMA - Campus São Luís Monte Castelo
  • Hugo Rodrigues da Silva
  • Silvana Maria Batista Bastos UFRRJ
  • Rogerio Mesquita Teles IFMA - Campus São Luís Monte Castelo
  • Kiany Sirley Brandão Cavalcante IFMA - Campus São Luis Monte Castelo
  • Marcelo Moizinho Oliveira IFMA Campus São Luís Monte Castelo

DOI:

https://doi.org/10.35818/acta.v8i1.185

Palavras-chave:

análises microbiológicas, fungos, aparelhos de ar-condicionado

Resumo

Foram realizadas análises microbiológicas dos ambientes internos climatizados do IFMA que apresentavam aparelhos de ar-condicionado. Utilizou-se a técnica de sedimentação passiva na coleta das amostras e após o tempo de coleta, as placas foram levadas ao laboratório para o desenvolvimento das colônias, processo que teve a duração média de sete dias. Forma encontrados níveis elevados de contaminação, superiores a 750 UFC´s (unidades formadoras de colônias), e a presença das espécies Aspergillus (aculeatus, flavus, fumigatus, níger), Pinicillium fumiculosum, Cladosporium carrionii, Cândida albicaus. A devida desinfecção dos aparelhos foi efetuada, realizando-se uma nova análise que apresentou índices que variaram no intervalo de 12 a 164 UFC’s, muito abaixo do limite tolerável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

José Hilton Gomes Rangel, IFMA - Campus São Luís Monte Castelo

Professor Associado II do Departamento de Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – IFMA – Campus Monte Castelo.


Hugo Rodrigues da Silva

Licenciado em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – IFMA – Campus Monte Castelo.

Silvana Maria Batista Bastos, UFRRJ

Técnica em Química da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ

Rogerio Mesquita Teles, IFMA - Campus São Luís Monte Castelo

Professor da EBTT do Departamento de Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – IFMA – Campus Monte Castelo.

Kiany Sirley Brandão Cavalcante, IFMA - Campus São Luis Monte Castelo

Professor da EBTT do Departamento de Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – IFMA – Campus Monte Castelo.

Marcelo Moizinho Oliveira, IFMA Campus São Luís Monte Castelo

Professor Associado II do Departamento de Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – IFMA – Campus Monte Castelo.

Referências

AFONSO, M. S. M.; SOUZA, A. C. S.; TIPPLE, A. F. V.; MACHADO, E. A.; LUCAS, E. A. Condicionamento de ar em sala de operação e controle de infecção – Uma revisão, Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 08, n. 01, p. 134 – 143, 2006.

ALMEIDA, S. R. Apostila de Microbiologia Clínica, Faculdade de Ciencias Farmaceutica, Universidade de São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2011.

ANVISA. Detecção e Identificação dos Fungos de Importância Médica. Disponível em: . Acesso em: 2 set. 2011.

BELO, R. A. S.; SILVA, A. C. A.; GUIMARÃES, C. S. P.; SIQUEIRA, F. S.; ARAKAWA, N. S.; KHOURI, S. Caracterização e controle de fungos anemófilos obtidos de ambientes internos climatizados artificialmente. IX Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba. Disponível em: >http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2009/anais/trabalhos_saude.html>. Acesso em: 22 set. 2011.

BERNARDI, E.; COSTA, E. L. G.; NASCIMENTO, J. S. Fungos anemófilos e suas relações com fatonal and extres abióticos, na praia do Laranjal, Pelotas, RS. Revista de Biologia e Ciências da Terra, v. 6, n.1, p. 91-96, 2006.

BOUZA, E.: PELÁEZ T. PEREZ-MILINA J. MARIN M.ALCALÁ L. PADILLA P el al. Demolition of a hospital building by controlled explosion: The impacto on filamentous fungal load in internal and external air. J Hosp Infect. v. 52 p. 234-242, 2002. DOI: https://doi.org/10.1053/jhin.2002.1316

BRASIL. Ministério da Saúde; Agência Nacional de Vigilância Sanitária; Disponível em: . Acesso em: 12 jul. 2011.

CARMO, A. T.; PRADO, R. T. A. Qualidade do ar interno; Texto Técnico, Escola Politécnica da USP; São Paulo, 1999, Disponível em: http://publicacoes.pcc.usp.br/PDF/ttcap23.pdf, acesso em: 12 jul. 2011.

CARTAXO, E. F.; GONÇALVES, A. C. L. C.; COSTA, F. R.; COELHO, I. M. V.; SANTOS, J. G. Aspectos da contaminação biológica em filtros de condicionadores de ar instalados em domicílios da cidade de Manaus-AM. Eng. Sanit. Ambient., v. 12, n. 2, p. 202-211, 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-41522007000200011

COSTA, M. F. B.; COSTA, M. A. F. A qualidade do ar de interiores e a saúde humana. Revista de Gestão Integrada em Saúde do Trabalho e Meio Ambiente, São Paulo, v. 1, n. 2, p. 1-10, 2006.

DALLA, F. M.; FONTANESI, C. D.; MELVILLE, P. A.; BENITES, N. R.; AMAKU, M.; BALIAN, S. C.; TELLES, E. O. Performance of 2% and 20% glucose-containing potato agar for quantitative and qualitatively detecting molds and yeasts from non-inspected honey samples. Rev. Inst. Adolfo Lutz, v. 67, n. 2, p. 96-99, 2008.

GAVA, M. A. Desempenho de diferentes meios de cultura utilizados na avaliação de fungos presentes em ambientes de produção de alimentos”; Dissertação de Mestrado, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, 1999.

GIODA, A. e RADLER, F. A. N. Poluição Química Relacionada ao ar de Ambientes Interiores no Brasil. Química Nova, v. 26, n. 3, p. 359-365, 2003. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-40422003000300013

IMETRO - Qualidade do Ar em Estabelecimentos de Uso Público e Coletivo. Disponível em: <http://www.inmetro.gov.br/consumidor/produtos/qualidadedoAr.asp>. Acesso em: 12 jul. 2011.

INSPQ - Institut National de Santé Publique Québec, Compendium Sur Les Moisissures. Disponível em: <http://www.inspq.qc.ca/moisissures/fiche.asp?no=13>. Acesso em: 02 set. 2011.

LAU, W.L., CHAN, L.Y. Commuter exposure to aromatic VOCs in public transportation modes in Hong Kong. The Science of the Total Environment, v. 308, p. 143–155, 2003. DOI: https://doi.org/10.1016/S0048-9697(02)00647-2

LOBATO, R. C.; DANIELSKI, J. C. R.; SILVEIRA, E. S; Pesquisa de fungos anemófilos em biotério. VITTALE, v. 19, n. 1, p. 9-16, 2007.

MARTINS-DINIZ, J. N.; SILVA, R. A. M. da; MIRANDA, E. T.; MENDES-GIANNINI, M. J. S. Monitoramento de fungos anemófilos e de leveduras em unidade hospitalar. Rev. Saúde Pública, v. 39, n.3, p. 398-405, 2005. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-89102005000300010

MENEZES, E. A.; TRINDADE, E. C. P.; COSTA, M. M.; FREIRE, C. C. F.; CAVALCANTE, M. S.; CUNHA, F. A. Airborne fungi isolated from Fortaleza city, state of Ceará, Brazil. Rev. Inst. Med. Trop. S. Paulo, v. 46, n. 3, p. 133-137, 2004. DOI: https://doi.org/10.1590/S0036-46652004000300003

MENEZES, E. A.; ALCANFOR, A. C.; CUNHA, F. A. Fungos anemófilos na sala de periódicos da biblioteca de ciências da saúde da Universidade Federal do Ceará. RBAC, v. 38, n. 3, p. 155-158, 2006.

MEZZARI, A.; PERIN, C.; SANTOS JÚNIOR, S. A.; BERND, L. A. G. Airborne fungi in the city of Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil. Rev. Inst. Med. Trop. S. Paulo, v. 44, n. 5, p. 269-272, 2002. DOI: https://doi.org/10.1590/S0036-46652002000500007

MORAIS, G. R.; SILVA, M. A.; CARVALHO, M. V.; SANTOS, J. G. S.; DOLINGER, E. J. O.; BRITO, D. D. Qualidade do ar interno em uma instituição de ensino superior brasileira. Biosci. J., v. 26, n. 2, p. 305-310, 2010.

MOUSA HAL ; AL-BADER S.M.; HASSAN D.A. Correlation between fungi isoled from burnwounds and burn care inits Burns. v. 25, p.145-147, 1999. DOI: https://doi.org/10.1016/S0305-4179(98)00148-X

MYCOTA. Os fungos contaminantes do patrimonio cultural. Disponível em: <http://mycota-crcc.mnhn.fr/site/accueil.php>. Acesso em: 02 set.2011.

MYCOLOGY ON LINE. The University of Adelaide. Disponível em: . Acesso em: 02 set. 2011.

PANAGOPOLOV, P; FILIOT, J.; PETRIKKOS, G.; GIAKOUPPI, P.; ANATOLIOTAKI, M.; FARMAK, E. et al. Enviromental surveillance of filamentous fungi in threetertiary care hospital in Greece. J Hosp Infect. v. 52, p. 185-191, 2002. DOI: https://doi.org/10.1053/jhin.2002.1298

PEREIRA, F. O.; LIMA, E. O.; FIGUEIREDO, K. R. L.; BRITO, L. L.; MEIRA, A. S. Microbiota fúngica do solo e ar atmosférico na região da Borborema, estado da Paraíba, Brasil. RBAC, v. 42, n.2, p. 123-126, 2010.

RAMACHANDRAN, G.; ADGATE, J.; BANERJEE, S.; CHURCH, T; JONES, D.; FREDRICKSON, A.; SEXTON, K. Indoor Air Quality in Two Urban Elementary Schools—Measurements of Airborne Fungi, Carpet Allergens, CO2 , Temperature, and Relative Humidity. Journal of Occupational and Environmental Hygiene, v. 2, n. 11, 553-566, 2005. DOI: https://doi.org/10.1080/15459620500324453

SCHIRMER, W.N.; PIAN, L.B.; SZYMANSKI, M.S.E.; GAUER, M.A. A poluição do ar em ambientes internos e a síndrome dos edifícios doentes, Ciência & Saúde Coletiva, 16(8), p.3583-3590, 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232011000900026

SILVEIRA, M. G. Concentração de fungos no ar em um terminal aeroportuário na cidade do Rio de Janeiro – Brasil. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, São Paulo, v. 27, p. 111-120, 2002.

Downloads

Publicado

21 de maio de 2013

Como Citar

GOMES RANGEL, J. H.; DA SILVA, H. R.; BATISTA BASTOS, S. M.; MESQUITA TELES, R.; BRANDÃO CAVALCANTE, K. S.; MOIZINHO OLIVEIRA, M. MONITORAMENTO DE FUNGOS ANEMÓFILOS EM AMBIENTES CLIMATIZADOS DO IFMA. Acta Tecnológica, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 56–62, 2013. DOI: 10.35818/acta.v8i1.185. Disponível em: https://periodicos.ifma.edu.br/actatecnologica/article/view/185. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos